Critério para Definição da Importância Segurada

Cobertura de Responsabilidade Civil Garagista se Divide em 03 Modalidades:

 

1) Compreensiva ou Global (Colisão, Incêndio, Roubo e Furto Qualificado de veículos)

2) Compreensiva ou Global + Percurso (cobre os riscos de Colisão, Incêndio, Roubo e Furto Qualificado de veículos no local de recepção dos veículos, no percurso de ida, no local de estacionamento dos veículos e no percurso de volta até a entrega dos mesmos)

3) Restrita (Incêndio, Roubo e Furto Qualificado de veículos).

 

Possuímos centenas de apólices de estacionamentos, mas destas menos de 10% possuem a cobertura de colisão. Para inclusão DA cobertura de colisão na apólice o agravo, médio, é de 40%.

O prejuízo médio de uma colisão de automóvel em um estacionamento é de R$ 360,00, bastante inferior ao valor da franquia da apólice, Portanto, somente sugerimos a inclusão desta cobertura quando o estacionamento possui uma Grande área de manobra ou número de vagas, ou em estacionamentos que possuem a cobertura de extensão de perímetro, ou ainda quando o perfil clientes do estacionamento são de veículos de elevado valor (importados por exemplo).

Mesmo os estacionamentos que não possuem a cobertura de colisão são assessorados pela Clamer Corretora de Seguros quando estas ocorrem. (Vide Gerenciamento das Colisões nos Estacionamentos).

O principal risco em que o estacionamento está sujeito é um assalto a mão armada. Por este motivo a nossa principal preocupação é o Grande prejuízo (roubo ou furto qualificado de veículos) aquele que pode até mesmo encerrar as operações de um estacionamento.

Os pequenos prejuízos (colisões) apesar de não serem a nossa principal preocupação, também, são administrados e gerenciados pela Clamer Corretora de Seguros.

 

 

Quadro de Chaves Modelo Clamer

GUARDA DAS CHAVES DOS VEÍCULOS

Os maiores assaltos em estacionamentos ocorrem naqueles que permanecem com as chaves dos veículos. Existem inclusive quadrilhas especializadas em assaltos a estacionamentos que ficam com as chaves dos carros. Estes ladrões ao entrar em um estacionamento vão ao quadro de chaves e escolhem os veículos.

Estes ladrões inclusive chamam os estacionamentos de “shopping center de veículos” onde basta ir para a vitrine (veículo ou quadro de chaves a mostra) e escolher os veículos.

Portanto a situação ideal é o estacionamento não permanecer com as chaves dos veículos. Ressaltamos que embora o estacionamento possua seguro o mesmo está limitado ao valor da importância segurada e em todos os sinistros o estacionamento participa do prejuízo com o pagamento da franquia.

Se a operação do estacionamento impossibilitar que as chaves dos veículos fiquem com os clientes, sugerimos que estas não fiquem a vista (em um quadro de chaves exposto) ou em um local de fácil acesso (como por exemplo no pneu do veículo).

A nossa experiência demonstra que se o estacionamento tiver que permanecer com a chave o ideal é aumentar o tempo de permanência de um ladrão dentro do estacionamento, visto que a cada minuto que aumento o tempo necessário para o roubo de um veiculo diminui exponencialmente risco do estacionamento.

Para os estacionamentos que necessitem ficar com as chaves dos veículos, sugerimos o modelo de quadro de chaves abaixo que diminui o risco do estacionamento ser vitima de um assalto, visto que uma pessoa estranha (assaltante) irá demorar para retirar o veículo alvo do assalto como também irá criar a dúvida se a chave do veículo alvo esta em poder do estacionamento.

gerenciamento-riscos_clip_image002

 

Riscos Gravosos (mais de 60% dos assaltos ocorridos nos estacionamentos):

1) Guarda das Chaves dos Veículos;

2) Pernoites;

3) Arrastões em Estacionamento;